Como ler:

Abertura


Cronologia da Crise:

anterior | próxima

132
22/09/2005

Em depoimento ao juiz Paulo Alberto Sarno, da 2ª Vara Federal de São Paulo, o doleiro Vivaldo Alves, o Birigüi, acusa o ex-prefeito de São Paulo, Paulo Maluf (PP), de ter enviado ilegalmente US$ 161 milhões para os Estados Unidos. Birigüi admite ter aberto em 1998 a conta Chanani, no Safra National Bank, em Nova York, mas diz que a movimentação era feita por Maluf.

De acordo com o doleiro, a conta foi aberta a pedido de Flávio Maluf, filho do ex-prefeito. Pai e filho estão presos na carceragem da Polícia Federal em São Paulo há 12 dias. Ambos são acusados de tentar impedir o depoimento de Birigui, no processo que investiga Maluf por corrupção passiva, lavagem de dinheiro, evasão fiscal e formação de quadrilha.

Além da conta Chanani, Birigüi denuncia a abertura de outras duas contas bancárias no exterior, a pedido de Flávio. Segundo o doleiro, de uma delas foram transferidos US$ 5 milhões para o publicitário Duda Mendonça, responsável pela campanha derrotada de Maluf a governador de São Paulo, em 1998.

De acordo com o Ministério Público, Maluf e parentes dele enviaram outros US$ 446 milhões para a Suíça. Os promotores responsáveis pela investigação das atividades do ex-prefeito afirmam que a origem do dinheiro está no desvio de verbas públicas da Prefeitura de São Paulo de 1993 a 1996, durante a gestão do agora prisioneiro federal.

anterior | próxima | início