Como ler:

Abertura


Cronologia da Crise:

anterior | próxima

141
1/10/2005

A revista Época traz à tona mais um jipe misterioso na história do PT. Desta vez, um Mitsubishi Pajero, modelo TR4, que custou R$ 70,5 mil. A reportagem de Matheus Machado relata que, até o estouro do escândalo do mensalão, o deputado João Paulo Cunha (PT-SP) podia ser visto circulando com o carro em Brasília. Quando não estava com Cunha, o carro ficava guardado na garagem do apartamento funcional do deputado. Depois, o veículo sumiu.

A Polícia Federal descobriu que o Mitsubishi Pajero está em nome de Valdir Pereira Roque, um assessor de Cunha lotado na Prefeitura de Osasco (SP), reduto eleitoral de Cunha e onde um aliado dele, Emídio de Souza (PT), é o prefeito.

Chamou a atenção dos federais o fato de R$ 29.500,00 do valor de compra do jipe terem sido depositados em dinheiro vivo, na conta da concessionária que vendeu o automóvel. Os R$ 41 mil restantes vieram da venda de um EcoSport, modelo 2005, que estava em nome do irmão de Roque, Valmir. Ele também é funcionário da Prefeitura de Osasco, mas tem salário de R$ 1.700,00 e circula na cidade dirigindo um carro popular.

Convocado pela Polícia Federal para dar explicações, Cunha disse ter usado o carro “por volta de duas vezes, e sua esposa por algumas vezes”. Sempre a mulher no meio. Agora, Cunha não tem idéia de onde o jipe se encontra.

anterior | próxima | início