Como ler:

Abertura


Cronologia da Crise:

anterior | próxima

148
8/10/2005

A revista Veja conta a história de Genival Inácio da Silva, o Vavá. É um dos seis irmãos de Lula. Metalúrgico aposentado, abriu um escritório para intermediar solicitações de empresários junto a prefeituras do PT, empresas estatais e órgãos do governo federal. Faz tráfico de influência. Diz a reportagem assinada por Camila Pereira e Marcelo Carneiro:

“Vavá, filiado ao PT, confirmou a Veja que recebe e encaminha pedidos de empresários interessados em ‘trabalhar com o governo’, mas disse que, ‘por enquanto’, não recebeu nenhum pagamento pelo serviço. ‘Até agora ninguém pagou nada ainda. Espero ganhar um dia’.”

No início da entrevista, Vavá nega que faz intermediação para empresários. Diz que seu escritório presta “assessoria social para pessoas que precisam”. Depois, confessa:

– Se o presidente tem empresários que procuram ele para fazer negócio, nada melhor do que você ajudar.

O irmão de Lula admite ter procurado o assessor especial do presidente, César Alvarez, e o diretor de operações da Petrobrás Distribuidora, Edimilson Antonio Sant’Anna, a pedido de empresários da Federação Brasileira de Hospitais, do advogado Daniel Freire Garcia e de um executivo do ramo da construção civil, identificado por ele como José Ernesto.

Vavá conta aos repórteres de Veja que vai amiúde a Brasília, com passagens pagas por empresários. E o que vai fazer lá?

– Passear.

anterior | próxima | início