Como ler:

Abertura


Cronologia da Crise:

anterior | próxima

206
5/12/2005

Repercute o caso Coteminas. Para o relator da CPI dos Correios, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), o pagamento de R$ 1 milhão, em dinheiro vivo, à empresa do vice-presidente José Alencar (PL-MG), tem origem em caixa 2. Diz Serraglio:

– Se o pessoal do PT diz que esse pagamento não foi contabilizado, há um caixa 2 de recursos que não eram do sistema Valério.

Do deputado Eduardo Paes (PSDB-RJ), relator-adjunto da CPI:

– Essa notícia vem apenas confirmar a certeza que tínhamos de que o valerioduto é bem maior do que os R$ 55 milhões declarados. Parte desse dinheiro foi esquentado pelos empréstimos bancários. Certamente esse R$ 1