Como ler:

Abertura


Cronologia da Crise:

anterior | próxima

273
10/02/2006

Preso pela Polícia Federal Luiz Eduardo Machado de Castro, ex-tesoureiro do PT em João Monlevade (MG). Ele também exerceu o cargo de secretário municipal de Serviços Urbanos na cidade mineira. Ultimamente era chefe do distrito regional do DNPM (Departamento Nacional de Produção Mineral) em Minas Gerais. É suspeito de fraudes na emissão de documentos sobre a origem de diamantes. Indicado para o cargo pela bancada mineira do PT, Castro é acusado de apresentar certificado falso que permitiu a exportação de 6.786 quilates de diamante. Disse que as pedras tinham sido extraídas de uma lavra garimpeira perto de Diamantina (MG), mas nunca houve exploração de diamantes naquele local. O Ministério das Minas e Energia suspende a emissão de certificados Kymberley, documentos indispensáveis para as exportações de diamante. Castro é demitido.

anterior | próxima | início