Como ler:

Abertura


Cronologia da Crise:

anterior | próxima

316
25/03/2006

A imprensa reúne informações sobre os bastidores da crise. A revista Época noticia que quinta-feira à tarde, dia 23, os ministros Antonio Palocci (PT-SP), Márcio Thomaz Bastos e o presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Mattoso, mantiveram encontro sigiloso, no Palácio do Planalto. Palocci também teria se reunido com Lula. A reportagem de Gustavo Krieger relata que Mattoso disse ser impossível negar que o acesso aos extratos de Francenildo foi executado em computador nas dependências da Caixa.

Palocci pressionou Mattoso. Queria que ele assumisse toda a responsabilidade pela violação, e pedisse demissão. O presidente da Caixa não aceitou. O jornal O Estado de S. Paulo publica declaração de Jaques Wagner (PT-BA), segundo a qual o ministro garantia que o Palácio do Planalto não dera ordem para a quebra do sigilo bancário. Ora, se não foi Mattoso nem o Planalto, quem foi? A revista Veja dá uma pista ao afirmar que a CPI dos Bingos trabalha com a informação de que o jornalista Marcelo Netto, um dos auxiliares mais próximos de Palocci, foi o responsável por fazer chegar à redação da revista Época os extratos de Francenildo.

anterior | próxima | início